segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Livro, Parte 1, Capítulo V, Em busca de um milagre

Olá,

Segue o capítulo V do livro Sou portadora da Síndrome de Stevens Johnson e quero ser mamãe. E agora?

Boa leitura!!!

Beijos e queijos...


______________________________________________________________________________


V

Em busca de um milagre

Dois meses se passaram. Já estávamos no último final de semana da primeira quinzena de outubro de dois mil.
As dores estavam tão intensas que eu não conseguia mover parte do meu corpo e a cabeça.
Fui parar no pronto-socorro do hospital municipal de Santo André com todos os exames realizados (gastro, oftalmo e ortopedia). O clínico que me atendeu encaminhou-me para o neuro de plantão.
Após o exame e análise dos laudos, o médico prescreveu um coquetel de medicamentos que foi aplicado imediatamente. Aconselhou-me a voltar para casa, e, caso as dores persistissem, teria de retornar ao hospital.
Era domingo, acordei pior do que estava. O efeito dos remédios tinha passado.
Voltei ao hospital à procura do neuro. Sugeri que ele me desse uma guia de encaminhamento para um neurocirurgião. Minha intenção era procurar o Hospital das Clínicas, em São Paulo.
Na segunda-feira, fui trabalhar, e a diretora da escola, dona Arlete Germano, percebendo o quanto estava abatida, chamou-me para conversar.
Narrei o suplício o qual estava vivendo e ela sugeriu que eu procurasse o Hospital do Servidor Público do Estado, o HSPE Francisco Morato, mas para isso seria necessária uma guia de encaminhamento do médico. Essa eu já tinha.
No dia seguinte, terça-feira, logo cedo, já no HSPE, passei por uma triagem com um clínico geral para saber se realmente eu precisava de um neurologista ou se era necessário outro especialista. Assim, o caso foi encaminhado para o neurologista.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Blogs e Sites

Seguidores

Conheça meu Livro

WiaWebWebmasters